Total de visualizações

terça-feira, 26 de julho de 2016

Decretada indisponibilidade de bens de presidente do Câmara e outros dois réus

Mais uma vez a justiça decreta indisponibilidade de bens do presidente da Câmara.  - Secretária, há anos faz parte do grupo político do grupo do Jozias 
O Juízo da Vara da Fazenda Pública de Paranaguá, no litoral do Estado, determinou a indisponibilidade de bens do presidente da Câmara Municipal, da ex-secretária municipal de Administração e Recursos Humanos (gestão 2015), que atualmente ocupa o cargo de secretária municipal de Meio Ambiente, e de uma ex-servidora comissionada da secretaria municipal de Obras. A decisão atende pedido formulado pelo MP-PR em ação civil pública por ato de improbidade administrativa.

Em investigação deflagrada a partir de uma denúncia, a 4ª Promotoria de Justiça de Paranaguá constatou a nomeação de uma funcionária “fantasma” (ou seja, que era remunerada, mas, efetivamente, não trabalhava) no período em que o presidente da Casa Legislativa exerceu interinamente o cargo de prefeito, em 2015. Em 15 dias de gestão, o prefeito interino, em conjunto com a então secretária municipal de Administração e Recursos Humanos, nomeou 43 servidores para cargos em comissão, dentre eles a Chefe de Divisão de Usina Asfáltica, que jamais desempenhou suas atividades no local de lotação. Após dois meses da nomeação, a servidora foi exonerada no mesmo dia em que a Promotoria de Justiça vistoriou o seu suposto local de trabalho e verificou a irregularidade.

A ação requer a devolução aos cofres públicos das verbas salariais pagas à servidora, além da condenação dos réus às penas da Lei de Improbidade, que incluem perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa. 


Ação penal

Em referência ao mesmo caso, a 4ª Promotoria de Justiça de Paranaguá propôs ainda ação penal contra os três agentes por delito de peculato, que é o crime de desvio de dinheiro público, perante a 2ª Vara Criminal da Comarca de Paranaguá. Além de multa, a ação também postula a devolução dos valores recebidos irregularmente, a perda da função pública dos réus e penas de detenção que variam de 2 a 12 anos.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Ministério Público do Paraná


Fonte - Jornal dos Bairros - Informação com Resultado

Anvisa define preço da vacina contra a dengue; Paraná terá imunização


No Paraná, a Anvisa definiu que a dose deve ter o valor máximo de R$ 134,63. Mas isso não significa que esse será o valor pago pelo governo, já que a compra em grande quantidade pode ocasionar um custo mais baixo aos cofres públicos

A primeira vacina contra a dengue comercializada no mundo vai chegar ao Paraná. A imunização será alvo de uma campanha prevista para ser lançada nesta terça-feira (26) pelo governo do estado. O Executivo declarou na semana passada que comprou 500 mil doses do produto – mesmo antes de o imunizante ter seu preço final definido por órgãos competentes, o que só ocorreu nesta segunda-feira (25).

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta segunda os valores da vacina para prevenção da dengue no Brasil. Segundo a agência, cada dose vai custar entre R$ 132,76 e R$ 138,53, no máximo.

domingo, 3 de julho de 2016

Caminhão carregado com combustível explode e fecha BR-277


Caminhão explodiu e provocou acidente grave na BR-277 Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Um caminhão-tanque, que seguia sentido Paranaguá, carregado de combustível perdeu os freios e tombou no quilômetro 33 da BR-277, perto de Morretes, no Litoral do Paraná. A carga explodiu e, segundo informações preliminares da Polícia Rodoviária Federal (PRF), pelo menos três pessoas morreram. O acidente ocorreu por volta das 18h30 deste domingo (3).
Daniel Castellano

Um bebê, segundo a polícia, foi encontrado com vida no meio do mato próximo a um veículo com duas pessoas que morreram carbonizadas. A PRF suspeita que os próprios pais teriam atirado o bebê para fora do carro a fim de salvar a criança. O bebê foi socorrido e levado até uma ambulância, informa o inspetor da PRF, Wilson Martinez.
Gazeta do Povo

A PRF confirmou por volta das 21h30 que ao todo 13 veículos se envolveram no acidente, sendo 12 automóveis e mais o caminhão. O motorista do caminhão está vivo e irá prestar depoimento sobre o aconteceu, segundo a PRF. Por volta das 19h30 horas, o incêndio estava sob controle.
Socorro

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Canadá oferece bolsas de estudo com tudo pago para alunos brasileiros

O CONIF (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), em parceria com o CICan (Colleges and Institutes Canada), está com inscrições abertas para bolsas de estudo voltada aos estudantes brasileiros.
Reprodução
Reprodução Canadá oferece bolsas de estudo para estudantes brasileiros

Programa de Bolsas de Estudos Canadá/Brasil oferece 16 meses de intercâmbio em instituições canadenses, de setembro de 2016 a dezembro de 2017. Serão ofertadas 10 bolsas exclusivas para alunos de cursos superiores de tecnologia da rede federal, sendo sete para estudos em inglês e três para estudos de francês.
Para se candidatar é preciso ter cursado dois semestres consecutivos do curso de formação, sem reprovações; comprovar nota média geral igual ou superior a sete pontos; possuir proficiência em língua inglesa ou francesa e, no retorno ao Brasil, ter, no mínimo, um semestre letivo para ser concluído.
As inscrições para o programa seguem até o dia 15 de junhoClique aqui e saiba como enviar o formulário de inscrição e os documentos solicitados. O resultado final será divulgado em 30 de junho.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Técnica do ‘Aedes do bem’ é apresentada à população de Paranaguá


Na manhã desta sexta-feira (08), o prefeito Edison Kersten, junto com a secretária municipal de Saúde, Sandra Machado Marcondes, participou de apresentação técnica relacionado à aplicação dos mosquitos Aedes Aegypti geneticamente modificados, feita pelo biólogo e gerente da empresa responsável pelo método científico, a Oxitec do Brasil, Cláudio Fernandes. A médica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) e primeira-dama, Dra. Terezinha Flenik Kersten, também esteve na apresentação, que foi aberta à sociedade, fazendo parte do processo de engajamento público para futura aplicação do método em Paranaguá. A medida ainda está sendo negociada entre a Prefeitura e a empresa e deverá ser aplicada em cerca de três a quatro meses.

“A presença da sociedade organizada nesta reunião é muito importante, pois a técnica do Aedes do bem vem a trazer mais um recurso a ser aplicado na luta contra o mosquito. O envolvimento de todos é fundamental, mas ainda mais essencial é que os cidadãos continuem a eliminar criadouros em suas residências, fazendo o checklist diário e atuando na conscientização na luta contra a dengue”, afirma o prefeito Edison Kersten. Ele ainda ressaltou os investimentos feitos em 2016 na limpeza pública, com contratação de mais de 100 funcionários, equipamentos e maquinário para intensificar a eliminação de criadouros. 

Segundo o prefeito, já está em diálogo avançado a negociação com a empresa para a aplicação do “Aedes do bem” em Paranaguá. Inicialmente, daqui a cerca de três a quatro meses, a técnica será aplicada em áreas mais críticas com relação a número de casos de dengue, beneficiando 30 mil pessoas em um primeiro momento, através de recursos próprios do município. O prefeito Edison já está negociando com a União, Governo do Estado e Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), para que o “Aedes do bem” seja aplicado, posteriormente, em toda a cidade.