NOTÍCIAS DO LITORAL PARANÁ

Loading...

POLÍTICA

Loading...

Notícias do Brasil

Loading...

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Moradores da Vila Becker em Paranaguá fazem protesto por indenização com apoio Jurídico da Hermann & Advogados


Matéria completa da cobertura da TVCI com entrevista exclusiva Hermann IV




DESPACHO/DECISÃO


1. Tendo em vista a notícia de descumprimento do acordo realizado entre as partes (fls. 2984 e seguintes), com fulcro nos arts. 440-443 do CPC, determino a realização de INSPEÇÃO JUDICIAL.

2. Designo o dia 15/09/2014 às 13h para a realização do ato, devendo as partes serem intimadas para que compareçam no dia e hora marcado na Rua Carlos Fonseca de Araújo, próximo ao cruzamento com Av. Bento Rocha (Fundos da Escola Municipal Prof. Randolfo Azzua) para acompanharem a inspeção (art. 442, parágrafo único, do CPC).

a) Deverá acompanhar o ato um servidor da Vara Federal, munido do material necessário para elaborar o auto circunstanciado, bem como de máquina fotográfica digital (art. 443 e parágrafo único do CPC).

b) Após a juntada aos autos do auto circunstanciado, entendo necessária a realização de audiência, que será realizada na sede da Justiça Federal de Paranaguá no dia 26/09/2014, às 14:00 horas.

3. Ciência ao MPF.

4. Intimem-se, com urgência.

Paranaguá, 08 de setembro de 2014.


Guilherme Roman Borges
Juiz Federal Substituto

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

CONCURSO MUNICIPAL -Três prefeituras do Paraná têm 464 vagas abertas

Daniel Castellano/Gazeta do Povo /  Mais da metade das vagas da prefeitura de Maringá é para o cargo de auxiliar educacional
 Mais da metade das vagas da prefeitura de Maringá é para o cargo de auxiliar educacional
Os três processos seletivos inscrevem até o final de setembro. Maior remuneração é para o cargo de médico clínico geral da Prefeitura de Turvo, na região central do estado.
Três prefeituras do Paraná estão com inscrições abertas para 464 oportunidades em todos os níveis de formação.

Petrobras abre concurso com 663 oportunidades de até R$ 8 mil

Nelson Perez/Petrobras / Das 663 vagas para contratação imediata,  558 são para profissionais com ensino técnico





















Das 663 vagas para contratação imediata, 558 são para profissionais com ensino técnico
Somando as vagas destinadas à formação de cadastro de reserva, são 8.088 mil oportunidades, a maior parte para profissionais com ensino técnico
A Petrobras publicou na sexta-feira processo seletivo público com 663 vagas efetivas e 7.425 para a formação de cadastro reserva, totalizando 8.088 oportunidades na categoria júnior. Desse total, 5% são para as pessoas com necessidades especiais (PNEs) e 20% se reservam aos afrodescendentes.
Há vagas para cargos de todos os níveis e os salários podem chegar a R$ 8.081,98, já somados os benefícios. Para nível médio, por exemplo, são 47 vagas imediatas na função de técnico de administração e controle. Cargos que têm como pré-requisito o registro profissional de ensino técnico concentram a maior parte das funções previstas no edital, inclusive as oportunidades para contratação imediata, que somam 528 vagas. Candidatos com ensino superior podem concorrer a vagas de administrador, analista de comercialização e logística, contador, enfermeiro, médico do trabalho, além de posições em áreas da engenharia, entre outros

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Paranaguá Previdência: Investimento feito pela administração anterior pode resultar em prejuízo ao fundo dos servidores

R$ 2 milhões foram investidos nas empresas do doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava-Jato. Empresas estão endividadas em fase de liquidação judicial.


A Paranaguá Previdência – que administra o fundo previdenciário do servidor público de Paranaguá – pode ter que arcar com a liquidação de débitos das empresas do Grupo Marsans Brasil, do doleiro Alberto Youssef – preso pela Polícia Federal na Operação Lava-Jato. Tudo por conta de um investimento de capital realizado sem autorização dos Conselhos da Paranaguá Previdência na gestão passada, no final de 2012. 

À época, R$ 2 milhões da Paranaguá Previdência foi aplicado no fundo de investimentos “Viaja Brasil”, contrariando boas práticas de gestão instituídas pelo próprio Conselho e que indicavam como seguras apenas as aplicações em bancos públicos oficiais (Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil). O “Fundo Viaja Brasil” é administrado pela Máxima S/A Corretora de Câmbio. 

O investimento não autorizado pelo Conselho foi alvo de Medida Cautelar e Ação Civil Pública propostas pelo Ministério Público do Paraná para anular o ato e a Justiça entendeu que a empresa deveria depositar judicialmente o valor investido – o que foi descumprido. 

Neste ano, a Máxima S/A renunciou à administração do Fundo Viaja Brasil. Nestes casos, legalmente, a Paranaguá Previdência, como investidor do Fundo, passou, então, a ser um sócio cotista da empresa. Segundo informação da Paranaguá Previdência, o Fundo Viaja Brasil aplicou todo o investimento nas empresas do Grupo Marsans Brasil, que agora estão em fase de liquidação judicial. 

A dívida das empresas do Grupo Marsans Brasil, atualmente, ultrapassa R$ 90 milhões, fora as eventuais condenações trabalhistas futuras. A Paranaguá Previdência pode ter que arcar com 2 a 3% deste total – o percentual representa a parte societária da Autarquia no grupo. Atualmente, a dívida pode girar em torno de R$ 1,8 milhão a R$ 2,7 milhão, fora os R$ 2 milhões aplicados inicialmente e que também foram perdidos. 

Museu da Justiça lança mostra comemorativa aos 160 anos da Comarca de Paranaguá


O Museu da Justiça lança nesta semana a mostra comemorativa "Notícias da Paranaguá Antiga", que ficará em cartaz de 28 de julho a 26 de setembro na sala de exposições na esplanada do Prédio Anexo, de segunda à sexta, das 13h às 17h.

A Comarca de Paranaguá foi criada e instalada em 06 de julho de 1854, logo após a emancipação política do Paraná. Entretanto, sua importância histórica remonta aos primórdios da colonização.

Neste ano de 2014, a Comarca de Paranaguá registra 160 anos da sua criação pela Lei nº 2 de 1854. O Museu da Justiça promove esta mostra comemorativa com itens do seu acervo anteriores a 1853, com destaque para a documentação histórica, verdadeira homenagem à cidade-mãe do Paraná.